Prefeitura celebra dois anos do programa Banco de Alimentos em Natal

 


Com mais de 90 toneladas de gêneros alimentícios arrecadados e distribuídos, beneficiando cerca de 6.000 pessoas em situação de vulnerabilidade social, o Programa Banco de Alimentos, iniciativa da Prefeitura de Natal para combater o desperdício de alimentos e combater a insegurança alimentar na cidade, completou dois anos de reestruturação. A passagem da data foi celebrada em uma solenidade realizada nesta segunda-feira (20), no auditório do Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte.

Na oportunidade, os representantes das instituições parceiras do programa foram homenageados pela gestão municipal, e o Supermercado Nordestão assinou o termo de adesão, passando a integrar o grupo de empresas que contribuem com a doação de alimentos ao programa, passando a contar agora com 23 companhias parceiras.

Entusiasta do programa, o prefeito de Natal, Álvaro Dias, não escondeu a satisfação com as conquistas obtidas ao longo dos dois anos de reestruturação do Banco de Alimentos. Ele parabenizou a equipe da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtas) por todo empenho relacionado ao projeto e as empresas parceiras pela sensibilidade e engajamento social.

“Este é um momento de grande alegria e satisfação. Observar e ver de perto os resultados obtidos pelo programa Banco de Alimentos nos enche de orgulho e emoção. São 90 toneladas de itens alimentícios indo para a mesa de quem mais precisa. Não vamos medir esforços para seguir com a nossa política de assistência social efetiva, com o objetivo de fazer a diferença na vida da população em situação de vulnerabilidade social”, disse Álvaro.

A secretária Andréa Dias, titular da Semtas, disse que o sucesso do Banco de Alimentos se deve à dedicação total da equipe da secretaria e a ajuda das instituições parceiras. “O Banco de Alimentos é o exemplo maior de que a integração entre o Poder Público e a iniciativa privada pode contribuir muito para a melhoria da sociedade. Essa união de esforços é salutar e está ajudando a matar a fome de muitas pessoas em condição de vulnerabilidade social. A Semtas se orgulha do Banco de Alimentos e agradece a todos que estão juntos nessa corrente do bem”, destacou Andréa.

Hoje deputado estadual, Adjuto Dias foi quem iniciou a reestruturação do Banco de Alimentos enquanto exercia o cargo de secretário municipal de Trabalho e Assistência Social. O parlamentar falou sobre o início do trabalho e se disse feliz com a consolidação do programa. “Hoje, o Banco de Alimentos é uma ação estratégica de larga importância social. Com muita ousadia e obstinação, decidimos implementar o programa e, ao observarmos essas estatísticas, vemos que foi uma decisão acertada. Conclamo a sociedade a se engajar, participar e se juntar a iniciativas vencedoras como esta, a fim de ajudar ao próximo e aos mais necessitados”, comentou Adjuto.

O vereador Felipe Alves, autor da lei que instituiu o “Selo Casa Solidária”, que serviu como base para a criação do Banco de Alimentos, também participou da solenidade e enalteceu os números alcançados: “É extremamente gratificante saber que 90 toneladas de alimentos, que antes seriam desperdiçados, agora matam a fome das pessoas em situação de insegurança alimentar. A gestão municipal tem executado grandes obras estruturantes por toda cidade, mas o Banco de Alimentos, com sua alta relevância social, talvez seja a mais relevante que o prefeito Álvaro Dias esteja realizando em Natal”, pontuou.

O programa Banco de Alimentos é uma política social do Município destinada a arrecadar, selecionar e distribuir gêneros alimentícios arrecadados por meio de doações, além dos produtos adquiridos da agricultura familiar. Estes alimentos são distribuídos gratuitamente a 30 instituições cadastradas na Semtas que os repassam a pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional. Todos os produtos e gêneros alimentícios que chegam até o Banco de Alimentos são originários de 23 empresas parceiras.

A equipe de profissionais que trabalha no programa arrecada, os alimentos passam por uma análise minuciosa para conferir se podem ser consumidos, são organizados e depois distribuídos. "O programa desenvolve um trabalho de captação, triagem e seleção de alimentos que seriam desperdiçados, mas que são considerados próprios para o consumo humano. Em seguida é realizada a entrega desses alimentos para as instituições cadastradas, além da orientação e do acompanhamento da equipe técnica. É importante destacar que o objetivo é contribuir com o direito à segurança alimentar desses usuários, através do combate ao desperdício de alimentos e do fortalecimento da responsabilidade social das empresas parceiras", afirma a coordenadora do Programa, Marlene Ramalho.

Existem vários critérios para o consumo e para qual instituição será entregue. Com o cadastro das instituições, sabe-se o perfil que aquele local atende. É necessário prestar atendimento gratuito, ter estatuto, razão social ou CNPJ, registro no Conselho de Assistência Social, não possuir vínculo político-partidário, preparar e servir refeições na própria sede, ter cozinha, despensa e refeitório adequado e participar de reuniões promovidas pelo Banco de Alimentos.

Os interessados em se integrar ao Banco de Alimentos de Natal devem entrar em contato no telefone (84) 3232.9498 ou pelo 98602.5391 (whatsapp), de segunda a sexta-feira. O doador também pode entregar os alimentos na sede do Banco de Alimentos, na rua Manoel Miranda, 1860, Quintas.

 

Parceiros

Atualmente, as seguintes instituições socioassistenciais são beneficiadas: Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – APAE; Instituto de Educação e Reabilitação de Cegos – IERC; Instituto Juvino Barreto; Casa do Menor Trabalhador; Centro SUVAG do RN; Associação de Orientação aos Deficientes – ADOTE; Escola Ambulatório Padre João Maria (Casa da Criança); Aldeias Infantis SOS Brasil; Associação Riograndense Pró-Idoso – ARPI; Sociedade Professor Heitor Carrilho; Patronato da Medalha Milagrosa; Centro Educacional Dom Bosco; Casa de Idosos Jesus Misericordioso; Lar Fabiano de Cristo; Centro Sócio Pastoral nossa Senhora da Conceição; SADEF; Lar do Ancião Evangélico –LAE; Lar da Vovozinha; Centro Espírita Irmãos do Caminho – CEIC; Núcleo de Desenvolvimento Social – NDS; Associação de Desenvolvimento sociocultural da Zona Norte – ADZN; CIADE; Fundação Fé e Alegria; Legião da Boa Vontade – LBV; Associação Beneficente Raimunda Rodrigues – ABRAIRO; Associação Amigos do Coração da Criança – AMICO; Associação Juventude Cidadão; Associação Pelotão de Operação do Espírito Santo- PELOPE; Instituto Vida Videira ; Instituto Associativo Ebenézer.

São parceiras da iniciativa: Avern, Super Show; Carrefour; Clan; Clap; Favorito Supermercados; Nordestão; Funcarte; Hospital Giselda Trigueiro; Mar Vermelho; Maternidade Araken Pinto; Norte Samba; Pão Cadice; Ponto Do Morango; Rádio Rural 91,9 FM; Instituto Ceta/Sebrae; Secretaria de Esportes de Natal; Semul Natal; UNI RN; Unicat; UNP; Verdfrut; Watford e, agora, o grupo Nordestão.

Postar um comentário

0 Comentários