PREFEITURA DE MAXARANGUAPE SOB PRESSÃO DA OPOSIÇÃO


                       Foto: Facebook

O Prefeito Luís Eduardo, do Município de Maxaranguape, se vangloria todos os meses de pagar em dias os seus 1.035 funcionários públicos.

Algo que está dentro das obrigações do gestor, independente se era feito no passado ou não.

Com várias obras paradas no município, muitas oriundas da gestão passada e que tinham cerca de 4 milhões e 800 mil disponíveis para reiniciar cada uma delas, com base em informações prestadas pela então secretária de obras Francini, aos vereadores em 2017, a população ainda não viu nenhuma pronta.

É possível observar no município várias deficiências, inclusive na parte urbanística.

É claro que a arrecadação caiu em virtude da pandemia mundial, mas o prefeito teria que fazer um pronunciamento mostrando as dificuldades e realizar o enxugamento da máquina.

O que está acontecendo que o ritmo de trabalho caiu drasticamente em relação ao início do mandato ?

Nos últimos dias a Prefeitura tem funcionado sob a pressão de vídeos publicados nas redes sociais pela vereadora Jarleane Câmara, que disputará o pleito contra o atual Prefeito.

Uma gestão que expulsa um fiel escudeiro como Galeguinho, deve ser comparada ao governo Bolsonaro, que expulsou Moro e agora está colocando pra dentro o que há de pior na política Nacional.

Postar um comentário

0 Comentários